Patologia da Haste Capilar

PATOLOGIAS DA HASTE CAPILAR

Introdução

Os processos químicos capilares constituem um conjunto de agressões químicas aos cabelos.  Qualquer que seja o processo o seu mecanismo de ação no cabelo, invariavelmente trará consequência, todas elas de degradação da cutícula ou de ruptura e perda da massa de queratina interna:

  • alteração do pH do cabelo e do couro cabeludo (altera a constituição proteica do cabelo)
  • queda de ligações de enxofre
  • transformação da queratina alfa em beta
  • diminuição da cistina e aumento do ácido cisteico (fragilizando a fibra/ aumenta a porosidade)
  • aumento das cargas eletrostáticas dos fios (os cabelos ficam ásperos ao toque, sensíveis a variação da umidade relativa ao ar)
  • temperaturas elevadas do secador ou prancha